CuriosidadesDicas

Um guia completo de como ler o rótulo de um produto de cabelo

ler o rótulo@the.fussy.mama

São tantas as opções de produtos capilares disponíveis no mercado que ler o rótulo e tentar entender para que cada produto serve pode ser uma tarefa complicada. Ainda que saibamos a importância de nos informarmos sobre a composição dos produtos que usamos em nossa pele e em nosso corpo, por vezes isso é muito difícil.

Além disso, muitos produtos colocam em seus rótulos slogans enganosos sobre os milagres que fazem, a fim de chamar a atenção de possíveis compradoras. E aí, sabemos bem o que acontece: nós gastamos nosso dinheiro comprando o produto só para depois nos decepcionarmos.

Tentar decifrar a lista de ingredientes do nosso produto capilar favorito pode ser irritante e frustrante, devido à quantidade de nomes e dificuldade em encontrar informações sobre cada um deles.

Também há o fato de que esses produtos são enquadrados em diferentes categorias e, quando tentamos ler o rótulo, podemos não saber a diferença entre essas categorias, o que torna o entendimento ainda mais complicado.

Se esse é o seu caso, no entanto, não se preocupe, porque agora você poderá se utilizar desse guia completo de como ler o rótulo de um produto capilar e aproveitar ao máximo tudo que está escrito ali para entender exatamente o que ele fará nas suas madeixas e saber se você deve ou não compra-lo.

Como você consegue ler isso? Não tem imagens!

Modelo geral dos rótulos

Para começar, temos que falar do rótulo de uma forma geral, ou seja, do design dele. Pegue agora um shampoo ou máscara de hidratação que esteja ao seu alcance e dê uma olhada na formatação geral do rótulo.

Você vai perceber que existem alguns itens em comum entre eles, que são geralmente os mesmos encontrados em rótulos de produtos das mais diversas finalidade. Essa coincidência não é a toa, ela é uma convenção acerca das informações que devem ser disponibilizadas acerca desse produto para que o comprador possa tirar o máximo proveito.

Então, ao ler o rótulo, você perceberá itens como o modo de uso, que é uma instrução fornecida pelo fabricante visando fazer entender a melhor forma de utilização daquele produto, pensada após testes e idealizada para potencializar o uso do mesmo.

ler rotulo

Pense comigo: o fabricante com certeza quer que você aproveite o produto da melhor forma possível, certo? Isso significa que você gostará dele e provavelmente irá compra-lo novamente. Por isso, incluir o modo de uso é essencial para que quem for utilizar o produto, ao ler o rótulo, entenda a melhor forma de usá-lo.

As precauções são também comuns em rótulos de forma geral, e são como um alerta dos cuidados que devemos tomar ao utilizar esse produto. É importante ler o rótulo e entender quais são os alertas mandados pelo fabricante, e não se esqueça de respeitá-los.

Tá, mas do que esse produto é feito? É isso que você irá encontrar ao ler o rótulo na parte de composição. Esse item é responsável por listar, como você já pode imaginar, os itens que compõe aquele produto, o que facilita a busca por ingredientes específicos em caso de alergias, por exemplo.

É nessa lista que você encontrará os diferentes ativos daquele produto e, por meio disso, poderá se certificar do que ele realmente irá ou não irá fazer pela beleza dos seus fios.

Mas se você ler o rótulo e mesmo assim não entender por não saber o que são esses ativos e o que eles fazem, não se preocupe, a explicação estará alguns parágrafos mais para frente.

Os rótulos também apresentam a validade do produto, a quantidade de produto existente ali dentro e informações referentes ao fabricante e ao importador. Alguns produtos podem trazer também um folheto informativo contendo instruções e informações mais específicas.

A ordem faz diferença

Em matemática, ao se fazer uma multiplicação, diz-se que a ordem dos fatores não altera o produto. Pois bem, essa máxima não vale para o mundo da beleza, já que a ordem dos itens listados na composição dos produtos tem importância sim, e muita.

A composição dos produtos aparece em ordem decrescente no rótulo, o que significa dizer que o componente que aparece em maior quantidade é listado primeiro, o segundo componente em maior quantidade é listado em segundo e assim sucessivamente.

Dessa forma, você precisa saber, ao comprar um produto e ler o rótulo, qual o componente que trará o resultado que você procura ao utilizar tal produto. O que isso significa?

Se você quer um produto para reconstrução capilar, por exemplo, deve procurar aqueles que têm como principais componentes as proteínas. Elas devem estar listadas logo no começo das informações referentes à composição.

ler rotulo

Portanto, você deve se informar acerca dos diferentes componentes de produtos capilares e entender direitinho o que cada um deles fará para as suas madeixas para poder procurar tais ingredientes na listagem e, assim, não ser enganada.

Mas como saber o que cada componente faz a fim de poder ler o rótulo e já saber o que exatamente você deve procurar? Este artigo não estaria completo se não explicasse os diferentes tipos de ativos, não é mesmo? Continue lendo que essa informação estará mais adiante.

Um mini dicionário dos rótulos

São tantos os termos que aparecem em rótulos que pode ser difícil entender todos. Por isso, apresentaremos um mini dicionário explicando os termos mais frequentes encontrados em rótulos de produtos, para que você possa saber exatamente do que cada item fala ao ler o rótulo.

Eu tentando ler todos os ingredientes do rótulo 

Amodimeticone: é um silicone que promove o brilho dos cabelos ao formar uma camada protetora em volta do fio.

Ammonium lauryl sulfate: agente limpador do fio que serve para remover o excesso de oleosidade e as impurezas que causam o efeito build up.

Beta Carotene: esse item é famoso e consiste na Vitamina A. É um pigmento natural de cor alaranjada.

Cetyl alcohol: componente que controla a viscosidade do creme.

Citric Acid: Estabilizador de pH.

Creatine: a creatina é uma das proteínas que compõe nossa fibra capilar e ajuda a na reconstrução dos fios.

Glycerin: Glicerina, com poder de umectação e hidratação.

Glutamic acid: Ácido glutânico. Esse aminoácido é um dos componentes da queratina existente na nossa fibra capilar.

Magnesium Citrate: esse componente auxilia na manutenção do bom funcionamento de nossas células.

Panthenol: esse com certeza aparece em muitas embalagens. É uma pró-vitamina B5 responsável pelo restabelecimento da integridade hídrica dos fios.

Sodium chloride: esse componente serve para controla a viscosidade do produto

Sodium Laureth sulfate: um dos componentes que geram a espuma, não indicados para as técnicas de low e no poo.

Tocopherol/ Tocopheryl Acetato: é a vitamina E, importante para a umectação dos fios, conferindo aspecto de hidratação.

Zinc Chloride: importante para a regeneração das células capilares.

Entendendo os diferentes tipos de ativos dos produtos

Já entendemos alguns dos principais termos que aparecem em rótulos de produtos capilares. Vamos agora falar dos ativos existentes nesses produtos?

Não poderíamos não começar pela aloe vera ou babosa, que é uma planta que promove hidratação profunda nos fios, repondo a água e os nutrientes perdidos. Ela é ideal para a etapa do cronograma capilar chamada hidratação.

As diferentes vitaminas que usamos nos cabelos, como a vitamina A, complexo B, C, D, E, entre outras, servem para nutrir nossos fios. Logo, produtos ricos nessas vitaminas devem ser utilizados durante a etapa de nutrição do cronograma capilar.

Também são muitos os óleos que podem ser utilizados para os cuidados dos nossos fios, como o óleo de abacate, de coco ou o famoso óleo de argan. Já faz algum tempo que esses poderosos ativos foram incorporados nos cuidados capilares por seu alto poder de nutrição dos fios.

Os óleos também podem ser utilizados para realizar a umectação dos fios, técnica especialmente recomendada para cacheadas e crespas.

As manteigas como as de karité, cacau e cupuaçu são ricas em  vitaminas e nutrientes que devolvem a oleosidade natural dos fios, sendo recomendadas para a nutrição capilar.

A queratina, creatina, arginina e cristeína são exemplos das proteínas que compõe a fibra capilar. As proteínas são importantes para dar força aos fios, mantendo-os menos propensos à queda ou quebra.

Essas proteínas são recomendadas para a reconstrução capilar, etapa do cronograma capilar focada em reconstruir a fibra e especialmente recomendada para quem submete as madeixas a procedimentos químicos como a escova progressiva ou coloração.

O colágeno tem sua fama geralmente ligada à pele, mas também é muito importante para a saúde dos fios. Essa proteína confere maior resistência aos seus fios, reestruturando a fibra capilar.

Produtos de reconstrução capilar também são ricos em proteínas que compõe o trigo e a soja e, portanto, é comum ver também esses ativos listados ao ler o rótulo de tais produtos.

Já os famosos aminoácidos também são componentes da fibra capilar, servindo para dar força e promover o crescimento dos fios. Produtos que auxiliam a acelerar um pouco o ritmo de crescimento do cabelo costumam conter esses poderosos ativos.

Entender os diferentes rótulos de produtos capilares parece uma tarefa hercúlea, mas não é tão difícil quando sabemos quais são os principais componentes e para que cada um deles serve.

Ler o rótulo antes de comprar um produto é importante para não sermos enganadas e e termos consciência do que exatamente cada produto poderá fazer pelos nossos fios.  É extremamente frustrante comprar um produto que promete maravilhas só para perceber que desperdiçamos nosso dinheiro e que ele não cumprirá suas promessas.

Ao ler o rótulo e saber como entender o que está escrito ali e o que procurar para cada função que queremos que aquele produto faça em nossos fios, economizamos tempo, dinheiro e paciência. Você também pode dar aquela força extra para a saúde dos seus fios ao comprar produtos que invistam na tecnologia de ativos encapsulados. Você sabe o que é isso?

Carol Candido
the authorCarol Candido
Paulistana vivendo em Lisboa. Tradutora de formação e redatora por paixão. Vivi em uma relação de amor e ódio com seus cabelos durante anos até descobrir a forma certa de cuidar deles. Agora tudo é só amor. Acredito que compartilhar dicas é a melhor forma de aprender.
>