CuriosidadesProgressiva

Entenda tudo sobre o uso de tioglicolato no cabelo!

Entenda tudo sobre o uso de tioglicolato no cabelo!

Você sabia que o Brasil é o terceiro país do mundo que mais consome produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos? Pois é, e isso influencia no alto consumo de tinturas e alisantes de cabelo por aqui. É por isso que é bem importante você saber tudo sobre o uso doe tioglicolato no cabelo.

O tioglicolato de amônia é um componente utilizado para reduzir o volume dos fios por meio de uma remodelagem da estrutura capilar. Por isso, oferece um efeito alisador bastante duradouro.

Quando estava pesquisando mais sobre esse elemento de nome complicado, encontrei diversos estudos e pesquisas que apontavam que a utilização do tioglicolato de amônia para fins de modificação dos fios é uma escolha segura, por não ser um componente tão agressivo como o formol, por exemplo.

Então, que tal descobrir mais sobre o que é e como age esse ativo em nossos fios? É o que vou contar a seguir!

Como é a ação do tioglicolato no cabelo?

Advertisement
Advertisement

O tioglicolato está, basicamente, em três tipos de tratamento diferentes: alisamento, relaxamento e permanente.  A escova definitiva, por exemplo, é um procedimento que pode ser feito à base de tioglicolato de amônia, para gerar o efeito superliso. 

Tudo vai depender da técnica para obter um dos resultados. O componente da família dos tioglicólicos são de penetração profunda dentro das fibras capilares. Assim, as fibras ficam mais flexíveis seja para enrolar ou alisar.

Isto quer dizer que mesmo se você optar pelo permanente e o seu objetivo for cachos superdefinidos, a técnica envolverá o tioglicolato. No entanto, o formato perfeito dos caracóis será por conta dos acessórios específicos para esse fim.

A ação do tioglicolato de amônia ocorre na estrutura capilar, deixando os fios lisos e flexíveis. Para obter cachos, então, é necessário um segundo passo. Ele é o encacheamento, que modelará os fios conforme o tamanho do acessório utilizado

Qual é a indicação do tioglicolato no cabelo?

Se tem os cabelos cacheados ou ondulados, você pode usar o tioglicolato no cabelo para relaxar, alisar ou fazer o permanente com os acessórios próprios para este procedimento. Este é o ativo também do permanente afro.

Ele é indicado por muitos profissionais como um ativo forte, que garantirá os efeitos estéticos desejados, porém sem ter um potencial de danos tão grande quanto o formol, por exemplo.

Quais cuidados são importantes para avaliar o uso do tioglicolato no cabelo?

É importante sempre conversar com um profissional para tudo dar certo!

Aqui, cabe dizer que há algumas substâncias que exigem atenção por não serem compatíveis com o tioglicolato.

Fique atenta: se você tem coloração nos fios com oxidante de 30 volumes, descoloração, hennê ou henna, hidróxido de guanidina e outros, é recomendado aguardar alguns meses da aplicação para usar tioglicolato no cabelo. 

Como a guanidina age nos cabelos e para que tipo de cabelo seu uso é recomendado?

Já que estamos falando também de alisamento, vale a pena mencionar a guanidina, que é um componente sem compatibilidade com o tioglicolato no cabelo.

A guanidina tem o poder de alinhar a fibra capilar e reduzir significativamente o volume dos fios, sendo muitas vezes indicada para quem tem cabelos crespos, mas quer que eles fiquem superlisos. 

Assim como em procedimentos como relaxamento e permanente (com tioglicolato), antes de usar o componente você precisa passar por uma prova de toque e um teste de mecha para saber se os seus fios estão em condições de receber o alisamento com a guanidina.

Lembre-se: tioglicolato e guanidina não são compatíveis!

Então, se você já utiliza o tioglicolato no cabelo ou a guanidina, fique atenta para o próximo procedimento devido à incompatibilidade dos componentes, certo?

Isto é, se você já fez alisamento, permanente ou qualquer outro procedimento com o tioglicolato de amônia, você precisa estar ciente de que não deverá realizar em seguida um procedimento com a guanidina ou vice-versa. As duas químicas não são compatíveis e, em contato uma com a outra, podem levar à quebra imediata dos fios! 

Por tudo isso, sempre recomendo que, antes desse tipo de procedimento, você converse com seu profissional de confiança. Combinado?

E então, você já usou tioglicolato no cabelo? Já tinha ouvido falar sobre este ativo? Me conta aqui nos comentários!

Advertisement
Advertisement
Fernanda Sarate
the authorFernanda Sarate
Gaúcha, publicitária, blogueira, mãe de gatos e cachorros. Suas madeixas são uma metamorfose ambulante. Por impulsividade e falta de conhecimento, fez diversas loucuras capilares. Agora que aprendeu a lição, quer compartilhar conhecimentos para que outras pessoas não cometam os mesmos erros e comprometam a beleza e a saúde de seus fios.
>