Sabe aquela sensação de frustração ao fazer uma hidratação caseira com “aquele” novo produto, e sentir que seu cabelo continua tão ressecado quanto estava antes? O shampoo sem sulfato pode evitar isso!

Os shampoos geralmente contém sulfato, substância que promove uma limpeza profunda dos fios. Tais produtos acabam removendo também a oleosidade natural dos cabelos, importante forma de proteção de nosso couro cabeludo, cuja ausência provoca ressecamento e o aparecimento de frizzEssa oleosidade é ainda mais essencial para mulheres de cabelos cacheados, uma vez que o formato dos cabelos cria uma espécie de barreira que dificulta a distribuição da oleosidade pelos fios. Por isso, a procura por shampoos sem sulfato tem sido cada vez maior.

O que é sulfato?

É provável que ao ouvir a palavra sulfato, você tenha se lembrado das aulas de química, no tempo de escola. Você já se perguntou por que a química é importante na hora de cuidar dos seus cabelos? O sulfato é um agente detergente de alta potência que está presente em diversos shampoos. Sua forma de atuação é simples: ele abre as cutículas dos fios do cabelo e remove o que estiver lá. Isso significa que ele, de fato, retira a sujeira mas também leva consigo elementos que não deveriam ser removidos, importantes para a hidratação capilar.  Já dá para imaginar o que o sulfato em excesso faz, não é mesmo? 

Imagine que seu cabelo é um festival. O shampoo com sulfato seria como um caminhão pipa que chega no final da festa, jogando água e removendo tudo: sujeira, decoração, equipamentos. Já o shampoo sem sulfato seria como uma equipe de limpeza contratada para remover apenas a sujeira e nada mais.

A técnica em que se utiliza shampoo sem sulfato para a limpeza dos cabelos é chamada de Low Poo. Low é a palavra em inglês para pouco e poo, como você já deve ter adivinhado, é shampoo. Mas calma, não fique confusa. Vamos falar um pouco sobre essa técnica e sobre os mitos e verdades que a envolvem.

Como funciona o Low Poo?

Conforme mencionado, esse método visa diminuir o uso de shampoo. Mas, além disso, ele também busca substituir o produto com sulfato pela versão sem esse componente, menos agressiva aos cabelos, de forma a garantir a limpeza e a hidratação necessárias para nossas madeixas. Existem muitas informações sobre essa técnica na internet, mas como distinguir o que é verdade e o que é mentira? Trazemos aqui uma lista com cinco das afirmações mais comuns quando se trata de Low Poo (e o nível de veracidade delas).

1. Shampoo sem sulfato faz menos espuma

Verdade! Mas não se engane: isso não significa que ele não limpe bem. É comum associarmos a espuma com o nível de limpeza (ou talvez você goste de fazer penteados com seu cabelo cheio de espuma), mas isso está errado. O Lauril Sulfato de Sódio (LSS) é a substância responsável pela espuma em shampoos comuns; e é também a responsável pelo ressecamento, quebra e presença de frizz. Acho que vale a pena ficar sem espuma, né?

2. Esse tipo de produto não limpa bem os cabelos

Mito! Como já vimos, não é que ele não limpe bem os cabelos: ele limpa do jeito certo, sem remover a hidratação e os nutrientes necessários para a proteção de nosso couro cabeludo. Ou seja, cabelos limpos sem que a boa oleosidade seja afetada!

3. Não funciona com cabelos lisos

Mito! Embora essa técnica seja mais indicada para cabelos crespos e cacheados, que são aqueles que mais sofrem com o ressecamento, essa técnica também é indicada para pessoas com outros tipos de cabelo que também sofrem com frizz ou quebra dos fios. Cabelos frágeis, tingidos ou com progressiva também entram na lista dos que podem se beneficiar com o shampoo sem Sulfato.

4. Evita a quebra capilar

Verdade! Conforme dito, a técnica Low Poo consiste na utilização de produtos menos agressivos para a saúde dos cabelos. Ao manter as cutículas intactas, tais shampoos contribuem para que os cabelos fiquem mais fortes e saudáveis. Por isso, essa técnica também é indicada para pessoas que sofrem com fios ou couro cabeludo sensíveis.

5. Não é indicado para quem está fazendo o cronograma capilar

Mito! Na verdade, o shampoo sem sulfato é indicado para quem está realizando o cronograma capilar exatamente por auxiliar na recuperação do brilho e hidratação dos cabelos. Antes de aderir à técnica, recomenda-se lavar o cabelo com um shampoo com sulfato (uma última vez, talvez?) para remover toda e qualquer substância indesejada. Então, pode-se começar a seguir o cronograma capilar, tendo o shampoo sem sulfato como seu aliado.

Lembre-se de ler as embalagens dos produtos para verificar a presença do elemento, e não se assuste se não tiver espuma na hora do banho. Como dissemos, a limpeza adequada não está ligada à quantidade de espuma. Então, vale a pena ter menos espuma na hora do banho se isso significar cabelos bonitos e saudáveis, certo?

Procure por produtos de qualidade de acordo com os problemas que te incomodam mais. Quanto maior a qualidade, melhores serão os benefícios, então pesquise e leia os rótulos para garantir que você investirá o seu dinheiro no melhor para seus cabelos! Em vez de gastar rios de dinheiro com hidratações para tentar salvar seu cabelo ressecado, que tal tentar usar um shampoo sem sulfato.

GuardarGuardarGuardar