Há alguns anos, quem não tinha cabelos oleosos, mistos, secos ou tingidos, tinha pouquíssimas (e caras) opções de shampoos. Mas, vamos combinar que nossos fios vão muito além desses quatro tipos, não é mesmo? E cada necessidade exige cuidados específicos, portanto, investir no shampoo certo é fundamental!

E as necessidades do nosso cabelo também mudam, viu? Analisar a textura e a necessidade do fio é o primeiro passo para escolher o shampoo que trará os melhores resultados. Mas, como fazer isso? Para ajudar você a entender o que o seu cabelo precisa e qual o shampoo certo para ele, fizemos esse post especial que te conta como escolher o produto mais adequado para as suas madeixas! Vamos lá?

Aprenda a reconhecer a necessidade do fio

Quando falamos da textura, nos referimos, basicamente à forma e espessura do fio. Cabelos cacheados, por exemplo, têm uma textura mais frágil, pois recebem pouca hidratação vinda do couro cabeludo. Já os lisos costumam ter fios mais fortes, justamente pela possibilidade da oleosidade “escorregar” pelos fios.

Mas a necessidade do fio também pode variar de textura para textura. Um cabelo crespo bem hidratado, que tem suas proteínas e nutrientes repostos frequentemente, é muito mais forte que os fios lisos que recebem apenas um cuidadinho básico com qualquer shampoo.

Uma boa maneira de descobrir o que os seus fios andam precisando é investir em um cronograma capilar: nas 3 etapas o cabelo recebe diferentes estímulos e aquele ao qual ele responder melhor é o que deve ser reforçado. O cronograma também ajuda a dar uma economizadinha, afinal, sabendo o que o cabelo precisa é muito mais fácil escolher o shampoo certo, não é mesmo?

O shampoo certo para cada tipo de cabelo

Embora as necessidades de cada cabelo sejam específicas, alguns cuidados gerais podem ser aplicados de acordo com as características dos fios. E escolher o shampoo certo é o primeiro passo para fios brilhosos, saudáveis e cheios de movimento. Confira agora qual o produto exato para as suas madeixas!

Cabelos oleosos

Se, naturalmente, esses fios já aparentam ser pesados, imagine só se forem expostos a produtos que estimulam ainda mais oleosidade? As donas desses fios podem cometer alguns erros que agravam ainda mais o problema e errar na escolha do shampoo é um deles!

Se o excesso de óleo na raiz é o seu problema, invista em shampoos transparentes, que têm uma formulação mais leve que os brancos e limpam sem pesar nos fios. Uma outra dica se refere ao momento da lavagem: faça movimentos suaves no couro cabeludo, aplicar muita força pode estimular a produção de sebo e piorar a oleosidade dos fios!

Cabelos finos

Os cabelos finos são uma característica encontrada mais facilmente nas donas de cachos, mas também há quem tenha os fios lisos e fininhos. Portanto, vamos dar dicas para os dois casos:

Finos e lisos

Tendem a ser mais oleosos, portanto, leva diariamente com produtos de formulação translúcida e leve, dando preferência àqueles sem sulfato. O condicionador deve ser utilizado apenas nas pontas. Shampoos com queratina na formulação também ajudam a alinhar os fios e dar corpo ao cabelo.

Finos e crespos

No caso dos cachos, onde a oleosidade natural não consegue “escorregar” pelos fios, é importante investir em shampoos com formulações nutritivas, à base de óleos naturais, como o óleo de coco, por exemplo. Leve sempre em conta produtos que não utilizam sulfatos ou sal, que agridem a estrutura do fio.

Cabelos ressecados

As causas do ressecamento podem ser várias: danos diários, investir pesado nas ferramentas de calor com o secador e a chapinha ou então, não abrir mão dos tratamentos químicos. Mas, o efeito é o mesmo para todas: cabelos opacos, sem vida, fáceis de quebrar e cheios de frizz.

O ressecamento é consequência da falta de umidade natural no fio, que o deixa muito mais exposto às agressões que causam a perda da massa capilar. Para acabar com esse problema, o shampoo deve ser rico em nutrientes e também em queratina, que é a proteína presente na fibra capilar que dá força e elasticidade ao fio.

Cabelos quebradiços

Os cabelos quebrados são resultado das agressões impostas ao fio. As ferramentas de calor e os tratamentos químicos resultam na perda de queratina, como falamos logo acima. O nosso cabelo é formado por pequenas escamas constituídas de queratina, ou seja, quando retiramos esta proteína da estrutura do fio, ele fica com uma série de pequenos buracos, muito mais vulneráveis à quebra em alguma altura.

Portanto, a palavra-chave é reconstrução. É importante que você adote junto ao shampoo reconstrutor um cronograma capilar para apoio e nutrição do fio, uma vez que a aplicação súbita de queratina pode ocasionar um efeito rebote. Mas, ao escolher o shampoo certo para o seu cabelo, fique atenta às palavras “queratina”, “proteínas” e “arginina” na embalagem.

Cabelos mistos

Os cabelos mistos parecem ser um problemão, não é mesmo? Afinal, como limpar um couro cabeludo oleoso e, ao mesmo tempo, nutrir pontas ressecadas? A resposta está nos shampoos detox!

Também de aparência translúcida, shampoos detox conseguem purificar o couro cabeludo e hidratar as pontas em uma só lavagem. Mas, na falta de um produto específico para cabelos mistos, priorize a característica da raiz, condicionando bem as pontas após a lavagem — lembre-se: o condicionador nunca deve entrar em contato com o couro cabeludo!

Agora que você já sabe qual o shampoo certo para o seu cabelo, deve ter percebido que existe uma palavrinha que está sempre nas nossas dicas: hidratação! Ela é indispensável para todos os tipos de cabelo, incluindo os oleosos, e é fácil, fácil de fazer em casa! Neste post a gente te conta como fazer hidratação caseira e recuperar o cabelo sem ter que ir ao salão!

shampoo certo