QuebradoQueda

Quebra capilar x queda: entenda a diferença e o que fazer em cada situação

quebra capilarquebra capilar

Você sabe qual a diferença entre queda ou quebra capilar? Ainda que não saiba, já deve ter tido a péssima sensação de acordar e ver que seu travesseiro parece até um bichinho de estimação de tanto cabelo que ficou ali, não é mesmo?

Ou, ainda, a sensação de desespero quando vai lavar os cabelos e percebe que a quantidade de fios que caiu seria o suficiente para praticamente montar uma peruca nova.

Sabemos que é desesperador olhar no ralo e ver aquele tanto de cabelo acumulado, ou passar as mãos pelos cabelos e se perguntar se você arrancou todos aqueles fios sem perceber.

Pode ser que seus cabelos estejam de fato caindo, configurando assim a queda, ou pode ser que eles estejam tão frágeis que qualquer simples movimento faça com que eles se quebrem.

A queda ou quebra capilar são dois problemas comumente confundidos, porque apresentam muitas semelhanças. O problema dessa confusão é que, quando não sabemos identificar exatamente o que está acontecendo nos nossos fios, fica mais difícil escolher o tratamento correto.

Nem todo tratamento para a queda será eficiente para a quebra e vice-versa. E, em alguns casos, o problema pode ser mais profundo do que achamos e, assim, o tratamento deverá ser ainda mais específico.

Só podemos acertar no tratamento quando sabemos qual é o problema e qual é a sua causa, não é mesmo?

Então, antes de mais nada é necessário entender a diferença de queda ou quebra capilar e saber exatamente o que causa cada um dos problemas e quais tratamentos são indicados para cada caso.

Se seus fios estão dizendo adeus em uma quantidade maior do que aquilo que é considerado normal, então está na hora de analisarmos o que se passa nessa cabecinha e entender exatamente qual será a solução para o seu problema. Vamos lá?

O que é a queda capilar?

Antes de entender quais a diferença de queda ou quebra capilar, vamos analisar exatamente o que é cada um e como é causado. Assim, podemos ter uma base maior para comparar ambos os problemas e entender quando cada um acontece e qual a solução mais eficiente.

Nem todo cabelo que cai é resultado de um problema de queda de cabelo! Afinal, é esperado que, em média, 150 fios de cabelo caiam diariamente. É claro que você não vai ficar contando os fiozinhos perdidos, mas pode reparar na quantidade que anda encontrando pela casa, piso do banheiro ou travesseiros.

quebra capilar fases
Instagram: @letticiagbrito

Nossos cabelos passam por três fases de crescimento:

  • 1ª fase: dura seis anos e corresponde a fase de crescimento efetivo do fio;
  • 2ª fase: chamada de “repouso”, acontece quando o fio está totalmente formado e dura por volta de quatro semanas;
  •  3ª fase: a queda natural.

Quando o cabelo cai de forma natural, por ter chego à 3ª etapa do crescimento. Nessa situação, no momento em que ele se desprende do couro cabeludo, já é substituído por outro, o que não acontece na queda capilar em grande quantidade.

Como acabar com a queda capilar?

Antes de saber como resolver, é preciso saber o que está causando a queda capilar. Nossos cabelos estão totalmente relacionados à nossa saúde, portanto, a queda pode ser resultado de uma alimentação pobre em nutrientes, pode ser consequência de alterações hormonais — como no caso da gravidez, onde o número de fios caídos por dia pode aumentar em virtude das variações hormonais —, ou ainda de fatores emocionais, como o stress e até mesmo reflexo da genética.

Como você pode perceber, por trás da queda de cabelo pode haver uma causa física que precisa ser tratada, então, a melhor forma de saber como cessar a queda dos fios é consultando um dermatologista. O diagnóstico de um profissional vai garantir a saúde dos seus fios de volta, com o tratamento adequado para o seu caso.

Mas se você não quer nem cogitar ser vítima da queda capilar, um reforço na alimentação pode ajudar: ovos, castanhas e avelãs são ricos em uma vitamina chamada biotina. Ela faz com que a melanina continue “presa” aos fios, garantindo força e, claro, retardando o aparecimento dos fios brancos. Ah, no caso do ovo, consuma cozido! Fritar faz com que ele perca a biotina.

O que é a quebra capilar?

Já analisamos a queda capilar. Então, agora, está na hora de darmos uma olhada mais de perto no outro problema que pode afligir os seus fios e entender como ele ocorre e o porquê. O que, exatamente, é a quebra capilar?

Basicamente, é o resultado de muitas agressões aos fios! Ao expor o cabelo à chapinha, escova, tintura e outras agressões, a hidratação natural do cabelo vai embora e o resultado é um fio opaco, sem vida e cheio de pontas duplas.

O problema é ainda pior quando falamos de procedimentos químicos: eles “forçam” o fio a abrir suas escamas para que o produto aja e, quando isso acontece, há perda de queratina, proteína responsável pela elasticidade e força do cabelo.

Ao retirar a queratina do cabelo, o fio fica cheio de pequenos “buracos” e, claro, super enfraquecido. O resultado? A quebra em alguma altura do fio.

Como reverter a quebra capilar?

E agora, o que podemos fazer para reverter a quebra capilar? É preciso correr até o salão mais próximo? Não.

Esse problema pode ser resolvido em casa mesmo. Como? Adotando um cronograma capilar que pode recuperar a saúde dos seus fios em apenas 4 semanas! Ah, e se você é loira e não abre mão dos fios clarinhos, seu cabelo precisa de um cuidado especial — neste artigo contamos o passo a passo específico para esse tipo de cabelo.

reconstrução caseira

No caso da quebra, a reconstrução é a etapa principal, pois visa justamente repor a queratina e devolver força e elasticidade para os fios. Mas, nem por isso ela deve ser feita com frequência! Em cabelos muito danificados, a colocação súbita de queratina nas madeixas pode causar o efeito contrário ao desejado e proporcionar fios duros, ainda mais quebradiços e com muitas pontas duplas!

Afinal, você sofre com a queda ou a quebra capilar?

Agora que você já sabe a diferença entre quebra e queda capilar, chegou a hora de aprender a identificar o seu problema!

quebra capilar e queda
Instagram: @lindasempoderadas

Identificar se o fio caiu ou quebrou é bem fácil, basta que você preste atenção, primeiramente, no comprimento: ele é menor ou do mesmo tamanho dos outros fios? Se for menor, ele quebrou.

A segunda forma é olhar bem de pertinho a estrutura do fio: quando ele cai diretamente da raiz, é possível identificar um pontinho branco em uma das extremidades, o chamado bulbo capilar. Se ele estiver presente, foi queda. Se for esse o caso, você já sabe: o melhor é consultar um especialista para definir qual tratamento utilizar: shampoos, cremes ou medicamentos orais ou tópicos, por exemplo.

Entender o que está causando a fragilidade dos fios e levando à queda ou à quebra capilar deve ser a primeira atitude para combater qualquer um dos problemas!

Mesmo no caso da quebra capilar, que pode ser revertida, é imprescindível saber o que a está provocando: o excesso de secador ou chapinha? Tintura? Falta de hidratação? Só assim você conseguirá erradicar de vez o problema e evitar ver seus fios indo, literalmente, por água abaixo na hora de lavar os cabelos!

Tuany Fraga
the authorTuany Fraga
Redatora publicitária e produtora de conteúdo. Depois de 27 anos brigando com os fios, fiz as pazes com os cachos e hoje nos damos muito bem, obrigada! Agora, quero trocar conhecimento, experiência e mostrar que cuidar dos cabelos é bem mais fácil do que você imagina. Vamos juntas?
  • >