Progressiva

Progressiva japonesa: conheça esse método de alisamento dos cabelos

progressiva japonesa

Existem diversos tipos de alisamento e um dos que vem cada vez mais ganhando adeptas é a progressiva japonesa. Se ao ler você já imaginou aquele cabelo bem lisinho das japonesas, você acertou! Esse alisamento tem como resultado fios bem lisinhos mesmo, que lembram o cabelo das orientais. A progressiva japonesa tem efeito duradouro e pode ser uma ótima opção caso você esteja em busca de um alisamento com efeito chapado! Confira abaixo tudo sobre esse alisamento que virou queridinho!

O que é a progressiva japonesa?

A progressiva japonesa é uma técnica de alisamento em que é usado o ácido til glicólico de amônia. Esse ácido abre a cutícula dos fios e reestrutura as pontes de enxofre e hidrogênio, que compõem a estrutura do fio. Desta forma, o cabelo fica maleável, podendo ser moldado em um diferente formato.

No processo da progressiva japonesa, a loção base é espalhada em cada mecha e depois o cabelo é aquecido com acessórios térmicos por mais ou menos uma hora e meia, para que as fibras capilares sejam amolecidas. Depois, é realizado um exangue para retirar o produto e os fios, ainda úmidos, são alisados com chapinha ou lâmina térmica. Após os fios serem alisados, é aplicado uma loção neutralizante com o objetivo de acabar com o processo químico e que deve agir por 20 minutos. Para terminar, o cabelo é enxaguado mais uma vez e então pode ser feita uma escova ou deixar o cabelo secar naturalmente.

progressiva japonesa
Instagram: @borderlessbeauty.hair

Para se ter uma ideia melhor, todo esse processo da progressiva japonesa descrito leva de sete a dez horas. Já o preço varia de acordo com o comprimento do cabelo. Vale dizer, ainda, que a progressiva japonesa não usa formol, mas como é feita com produtos químicos fortes, o indicado é que esse alisamento seja realizado por profissionais.

Para qual tipo de cabelo é indicado?

Uma das grandes vantagens da progressiva japonesa é que ela entrega ótimos resultados para cabelos cacheados e crespos. Porém, como essa técnica altera a estrutura dos fios, é importante saber que seus cachos serão totalmente eliminados e que para tê-los de volta será necessário esperar que o cabelo cresça.

progressiva japonesa
Instagram: @silvinhacrismakeup

É importante dizer, também, que mais relevante do que o seu tipo de cabelo é saber se ele está apto a receber a química da progressiva japonesa, tá? Como é usada uma química forte, os seus fios precisam estar saudáveis e não podem estar com mechas, reflexos ou pintados. Se o seu cabelo não estiver saudável, é indicado que seja feito um tratamento antes de fazer a progressiva japonesa, para evitar um possível corte químico.

Duração da progressiva japonesa

Se você está em busca de um alisamento que seja duradouro, a progressiva japonesa deve ser uma opção a ser analisada. Ela permanece nos fios por, em média, quatro a seis meses. Após esse tempo a raiz começa a aparecer e, então, é necessário ir ao salão para refazer o alisamento.

Cuidados que devem ser tomados depois da progressiva japonesa

Ao fazer a progressiva japonesa é necessário tomar alguns cuidados com os fios, para que a duração do alisamento seja maior, mas também para que seus fios fiquem saudáveis e brilhantes. Para isso, é interessante seguir um cronograma capilar, aquela rotina de cuidados com os fios que intercalam as etapas de hidratação, nutrição e reconstrução. Além disso, é recomendado optar por produtos específicos para cabelos alisados e também que contenham filtro solar, para manter os seus fios protegidos contra os raios ultravioletas.cabelo com progressiva japonesa

Outro cuidado com os seus fios que pode fazer muita diferença na saúde deles após a progressiva japonesa é a umectação com óleos, que ajuda a combater o ressecamento e também formam uma camada protetora ao redor do fio. Para terminar, não se esqueça também de usar protetor térmico sempre que for usar ferramentas quentes, como o secador, e também de lavar os seus fios com menos frequência e com água fria ou morna, para evitar que fiquem opacos e ressecados.

Qual a diferença entre essa técnica e a progressiva normal?

Existem muitos tipos de progressivas diferentes e a progressiva japonesa é uma delas. A principal diferença dessa técnica para a progressiva tradicional está no produto utilizado e também na duração. Enquanto na progressiva japonesa se usa o ácido til glicólico de amônia e a duração é de quatro a seis meses, na tradicional se usa queratina e o óxido acetamide, e a duração é de mais ou menos quatro meses.

Ambas as progressivas modificam a estrutura dos fios, não são indicadas para cabelos extremamente ressecados e, como qualquer alisamento, são necessários alguns cuidados para que o alisamento seja duradouro e também para que o cabelo fique saudável.

Samira Chalom
the authorSamira Chalom
Carioca, jornalista e redatora. Como vive na praia, está sempre em busca de tratamentos capilares para que os seus fios fiquem hidratados, mas sem perder a leveza. Gosta mesmo é de testar novos produtos e está sempre em busca de novidades e lançamentos da área.
>