Muita gente tem dúvida sobre o que é transição capilar e quais as principais dificuldades sobre o período. Essa é uma etapa obrigatória para quem decide deixar de lado os alisamentos e assumir os cabelos cacheados ou crespos.

O tema gera várias dúvidas: duração, cuidados com os fios e como amenizar a diferença entre a raiz e o comprimento ao longo do processo. Nesse artigo abordaremos essas questões para que você passar com segurança pelo período.

Afinal, o que é transição capilar

Transição capilar é o processo que o cabelo quimicamente tratado passa no seu retorno à textura natural.

Quem opta por deixar os processos químicos, tem dois caminhos a seguir:

  • Cortar o cabelo bem curtinho, quase careca e esperar que cresça novamente.
  • Conviver com duas texturas diferentes durante algum tempo (raiz cacheada ou crespa e comprimento liso) e ir cortando aos poucos.

A maioria das mulheres opta pelo segundo caminho, a transição propriamente dita. Porém, durante o processo é preciso lidar com várias questões, como:

  • O cabelo com cachos ou crespo exige cuidados diferentes do alisado ou relaxado.
  • Contornar o problema estético causado pela diferença entre a raiz natural e o comprimento alisado.
  • A ansiedade em ver o cabelo todo por igual novamente.
  • Aprender a cuidar dos fios durante o processo, com produtos específicos para hidratação, umectação e reconstrução.

Quanto tempo dura

Não é possível informar um tempo exato de duração para a transição capilar, pois isso vai depender da velocidade de crescimento do cabelo e do comprimento desejado, mas não é algo que acontece da noite para o dia.

Levando em consideração que o crescimento capilar equivale a aproximadamente 1 cm por mês, a transição pode durar mais de um ano.

Big chop ou BC

O big chop (“grande corte”) consiste em retirar toda a parte alisada que ainda resta no cabelo. Para não ter que adotar um corte extremamente curto, deve-se passar alguns meses em transição até o BC.

Vale esclarecer que esse não é um passo obrigatório dentro do processo. Quem é paciente, pode ir cortando as pontas aos poucos na medida em que os cachos crescem, até retirar toda a química.

Scab hair: o que é e como tratar

Scab hair é um termo em inglês usado para definir o cabelo que nasce logo após o fim dos processos químicos. Esse cabelo é mais áspero, muito frágil e sem definição. O scab hair é uma consequência dos danos acumulados pelo couro cabeludo e folículos após repetidos tratamentos químicos.

Nem todas as mulheres sofrem com o problema durante a transição, ele é mais comum entre aquelas que usaram químicas sem interrupção durante anos. Algumas mulheres até pensam em voltar aos alisamentos por causa do scab hair, achando que seus “novos” cabelos serão sempre assim.

Mas não há motivo para desespero, pois trata-se de algo passageiro e o cabelo voltará a nascer da forma original. Para acelerar a recuperação é fundamental seguir um cronograma capilar que leve em conta a hidratação, umectação e reconstrução profunda dos fios.

Outro importante fator é seguir uma alimentação que favoreça a saúde capilar, incluindo boas fontes de vitaminas do complexo B em seu cardápio, especialmente a biotina (vitamina B7), encontrada em alimentos como o amendoim, nozes, tomate, gema de ovo, cebola, cenoura, alface e couve-flor.

Produtos e penteados: a transição capilar para os cabelos cacheados

Durante a transição capilar é preciso lidar com a diferença de texturas e ao mesmo tempo tratar os fios. Conheça produtos e penteados que tornam essa fase mais tranquila.

Produtos

Como falado, durante a transição é preciso investir em produtos que proporcionem hidratação, nutrição e reconstrução aos fios. Os finalizadores, por sua vez, podem auxiliar a texturizar a parte alisada, amenizando a diferença em relação à raiz.

Tudo começa pela lavagem, a opção pode ser por shampoos sem sulfato, que fazem a função de limpeza ressecando menos o fio. Importante ressaltar que é fundamental a lavagem com shampoo de limpeza profunda, preferencialmente antirresíduo, pelo menos uma vez ao mês. Esse processo serve para evitar o build up, que é o acúmulo de produtos no couro cabeludo ou no fio.

Condicionadores, máscaras e cremes para pentear repõem água e nutrientes perdidos, opte por versões específicas para cabelos cacheados ou danificados.

Penteados

Existem diversas possibilidades de penteados para o período e para os cabelos cacheados. As tranças do tipo nagô ou box braids, por exemplo, são uma excelente opção de penteado nessa fase, já que mantêm a raiz sob controle.

Os coques no alto da cabeça, por sua vez, ajudam a disfarçar a parte lisa e caem bem em qualquer formato de rosto. Também vale apostar nos acessórios, como lenços e faixas, que disfarçam a raiz e conferem todo um estilo ao look.

A transição capilar é sem dúvida uma fase com inúmeros desafios, mas pode ser mais fácil quando se conhece os truques e cuidados necessários para disfarçar a diferença entre texturas e fortalecer os cachos que estão crescendo.

transição capilar