Shampoo, condicionador, creme para pentear, máscara hidratante, óleo de argan. São tantos nomes e tantas funções que, às vezes, nos perguntando se não seria possível utilizar um produto no lugar do outro. Será que eu preciso mesmo de dois produtos com função parecida? Será que a máscara capilar substitui o condicionador?

Se você alguma vez já se questionou acerca disso, saiba que não está sozinha. Essa é uma dúvida comum, principalmente quando chega a hora de comprarmos produtos novos para manter nossas rotinas de cuidados capilares.

Mas, antes de mais nada, será que você realmente sabe qual é a função de cada um desses dois produtos e como eles devem ser utilizados?

Condicionador e máscara capilar são a mesma coisa?

Se você respondeu que sim, sinto informar que foi reprovada no teste. Os dois produtos têm funções diferentes e, além disso, tem composições químicas diversas que fazem com que cada um aja de maneira distinta em suas madeixas.

Quando aplicamos o shampoo em nosso cabelo, as cutículas de nossos fios são abertas para que o produto possa limpá-los com eficiência. O condicionador age ao fechar essas cutículas, evitando o ressecamento e a perda de nutrientes.

Sendo um produto mais leve do que a máscara, o condicionador tem fomo função devolver a hidratação natural de seus fios e formar uma camada de proteção em torno deles, importante auxílio para mantê-los brilhosos e saudáveis. Além disso, o produto tem um pH mais baixo, o que o torna ligeiramente ácido. Essa acidez equilibra o pH dos fios, reduzindo sua eletricidade e causando uma ação antiestética (sabe o frizz? É aqui que você se despede dele).

Já a máscara tem como principal função recuperar os fios ressecados e danificados. Para isso, elas possuem mais ativos hidratantes do que o condicionador, e podem ser, também, reconstrutoras ou nutritivas. Esse produto age tanto na parte externa quanto na interna dos fios, reconstruindo sua textura. A máscara é vista como um tratamento. 

Por isso, elas são indicadas para cabelos danificados e em necessidade de recuperação e recomenda-se usá-las semanalmente ou quinzenalmente. O condicionador pode ser usado diariamente.

Mas então, a máscara capilar substitui o condicionador?

Como você já deve ter entendido, embora ambos os produtos visem hidratar o cabelo, eles são de naturezas diferentes. Isso significa que eles não são excludentes, ou seja, não é saudável optar por utilizar um ou outro.

É verdade que você pode substituir a máscara pelo condicionador, mas não é recomendado que isso seja feito diariamente. Utilizar somente a máscara não significa que seu cabelo se tornará mais nutrido e hidratado.

Embora a máscara vá recuperar seu cabelo, é importante ter em mente que o shampoo abriu a cutícula dos fios e que somente o condicionador poderá fecha-las, garantindo que qualquer nutriente que foi fornecido para o cabelo não escape. Se você não utilizar o condicionador e optar somente pela máscara, perceberá que seus fios se tornarão pesados e sem movimento e, além de tudo, notará o aumento dos frizz.

Caso deseje usar a máscara como substituta do condicionador, busque máscaras nutritivas e procure se informar sobre o pH do produto. O pH de nosso cabelo costuma ser entre 4,5 e 5,5 e, por isso, máscaras com pH menor do que 4 são ideais para manter o equilíbrio e diminuir a estática.

Quando devo usar cada um e qual o melhor método?

Conforme explicado, o condicionador pode ser usado diariamente para selar a cutícula do fio e repor alguns dos nutrientes perdidos, além de proteger contra os principais agentes externos que danificam nosso cabelo como o sol, água quente, poluição, vento e o calor do secador e chapinha.

Caso você queira substituir o condicionador pela máscara capilar, procure fazê-lo de modo intercalado, ou seja, utilizando uma vez o condicionador e, na outra, substituindo o produto pela máscara capilar de sua preferência, adequada para seu tipo de cabelo. Ao hidratar seu cabelo, se você sentir que a máscara utilizada hidratou as madeixas sem fornecer o famoso efeito condicionante, opte por utilizar também o condicionador. 

Esse tipo de substituição é mais indicado para mulheres com cabelo ressecado, cuja hidratação natural não percorre todo o comprimento dos fios. Esse é o caso das crespas e cacheadas, além das mulheres adeptas de tratamentos químicos como relaxamento, coloração e progressiva.

Fique atenta à ordem que os produtos devem ser utilizados: primeiro o shampoo, para abrir as cutículas, depois a máscara hidratante, que fornecerá os nutrientes necessários para a hidratação e, por fim, o condicionador, para fechar novamente as cutículas e garantir que a hidratação permaneça dentro do fio.

Além disso, lembre-se de respeitar sempre dois centímetros de distância da raiz ao aplicar produtos hidratantes, para que a mesma não fique oleosa, ok?

Agora que você já sabe quando e como a máscara capilar substitui o condicionador, que tal dar aquele toque extra de hidratação para o seu cabelo e se informar mais sobre o cronograma capilar?

máscara capilar