CuriosidadesEstilo

A História do meu cabelo – por Carol Kyoko

Comecei a colorir meu cabelo com apenas 11 anos de idade, isso nos anos 2000. A fase que todos falavam ser “coisa de adolescente” não passou e, hoje com 30 anos, tive muitas cores diferentes para várias etapas da minha vida!

história do meu cabelo

O início de tudo

Sou Carol Kyoko, tenho um canal no Youtube onde falo tudo sobre cabelo. Hoje vou te contar um pouquinho mais sobre essas minhas aventuras cabelísticas.

A primeira vez que me apaixonei por cabelos coloridos foi com 11 anos de idade. Nessa época vi uma moça na rua com um cabelo vermelho tão radiante, tão perfeito como eu nunca tinha visto na vida! Ali naquele dia eu não consegui pensar em mais nada. Só pensava naquela cor maravilhosa.

Não almocei pensando na cor, não dormi pensando na cor, não estudei pensando naquela cor…. hehe
Quando não aguentava mais de tanta querência pedi a minha mãe para trocar a cor do meu cabelo. Para a minha alegria,  ela disse sim!

história do meu cabelo

Porém, eu tinha um caminho enorme pela frente. Primeiro por que naquela época não tínhamos informações  sobre coloração ou descoloração na internet. Todos os artigos eram bem limitados em revistas, então fui a farmácia comprei a coloração mais avermelhada que encontrei e comecei a tonalizar.

Dali em diante nunca mais mantive meu cabelo 100% natural, foram cores e mais cores. Se me agradasse eu mudava. E sim, tudo feito por mim mesmo em casa.

Entendendo um pouco mais sobre meu cabelo

Meu cabelo natural é um castanho escuro com ondulação 2A. Se você não sabe identificar o seu tipo de curvatura leia esse artigo aqui.

Por ser um cabelo bem grosso eu sempre tive dificuldades na descoloração. Com o tempo aprendi quais cuidados tomar antes e depois da química e aprendi a trocar de cor rapidamente usando o círculo cromático

Advertisement
onde as cores se anulam.

história do meu cabelo

Se estou com tom verde sei que a cor oposta é o rosa e vice-versa. Fica até bem previsível saber qual será minha nova cor se você tem um pouco de conhecimento sobre o círculo.
Essa foi a melhor maneira que encontrei de causar menos danos possíveis aos fios pois nesse processo não utilizo descoloração, apenas desboto o tonalizante com shampoo.

E por fim aprendi a identificar quais as necessidades do meu cabelo fazendo o cronograma capilar. O cronograma foi a peça chave para manter o cabelo saudável durante todo o processo de mudança de cores.
Já sabe como montar o seu cronograma? Te ensino nesse post aqui!

Meu cabelo atualmente

Esse ano resolvi manter a raiz natural para que eu pudesse ver o meu cabelo natural novamente e me surpreendi! Ele é um cabelo bem forte, muito oleoso e tende a não ter definição. Chamo ele de “cabelo Hermione”, o tipo  2A que não é liso e nem cacheado.

história do meu cabelo

Estou aprendendo a lidar com os fios naturais pela primeira vez em 19 anos! Está sendo um desafio e tanto. Para descobrir como está sendo esse processo me acompanhe nas redes sociais. Por lá eu conto mais sobre meu cabelo e meu dia a dia!

Espero que vocês tenham gostado desse post! Me contem nos comentários qual a mudança capilar que vocês nunca se arrependeram?

Grande beijooo!

Gostou dessa matéria? Comente e compartilhe! <3

Advertisement
Carol Kyoko
the authorCarol Kyoko
De Volta Redonda/RJ morando em São José dos Campos, dentista and protética que ama assuntos cabelísticos, assim nasceu o blog (antigo Makeshop) que era uma lojinha virtual e acabou virando uma paixão e em 2015 um canal no Youtube ♥
>