Coloração

Grávida pode pintar o cabelo? Explicamos tudo sobre essa mudança capilar na gravidez

Grávida pode pintar o cabelo? Explicamos tudo sobre essa mudança capilar na gravidez

Durante o período da gravidez, e também no pós-parto, é necessário que se tome alguns cuidados para preservar a saúde do bebê. Evitar químicas no cabelo é um dos que mais se ouve, mas será que, afinal, grávida pode pintar o cabelo ou não? Nós vamos te contar tudo sobre esse assunto!

Com o uso dos produtos certos e também com a autorização da sua obstetra pode ser possível sim contornar essa situação! Tire abaixo suas dúvidas se grávida pode pintar o cabelo!

Afinal, será que grávida pode pintar o cabelo?

No geral, não é recomendado que as grávidas pintem o cabelo. Isso vale principalmente para a raiz, pois a química da tintura pode ser levada para a corrente sanguínea. Entretanto, é importante dizer que existem diversas alternativas. As luzes, por exemplo, são liberadas a partir da 12º semana de gravidez.

Além disso, existem algumas marcas de tinturas especiais para gestantes. Elas podem ser a base de hena, mas que só devem ser usadas caso a obstetra autorize. Assim, certificando que a grávida pode pintar o cabelo e que o produto não será nocivo para o bebê.

Grávida pode pintar o cabelo depois do 3º mês
Instagram: @ga.hia

Por que dizem que grávidas não podem pintar o cabelo?

É bem comum que se tenha dúvidas se grávida pode pintar o cabelo ou não. Antigamente as tinturas eram extremamente fortes e fabricadas a base de amônia. Essa substância realmente pode ser prejudicial para o bebê. Isso porque é uma química forte e que através da tintura na raiz do cabelo, pode acabar caindo na corrente sanguínea, ultrapassar a barreira da placenta e assim prejudicar a saúde do bebê.

Grávida pode pintar o cabelo com tinta sem amônia
Instagram: @kugelolivia

Atualmente, já existem tintas que não possuem amônia ou água oxigenada em suas fórmulas. Elas podem ser liberadas pelo obstetra para serem usadas a partir do 3º mês (12 semanas) em mechas longe da raiz.

É importante citar que cada caso é único, ok? A tinta só deve ser usada caso o médico autorize que a grávida pode pintar o cabelo.

Quais alternativas para as grávidas mudarem o visual? Que produto usar?

A boa notícia é que existem diversas alternativas para as grávidas! Aquelas que são adeptas da coloração ou que desejam mudar o visual no período da gravidez podem ficar tranquilas.

Como dissemos anteriormente, existem tintas sem amônia e sem água oxigenada. Esses produtos geralmente são liberados a partir do 3º mês para mechas longe da raiz. Além disso, existem marcas de tintura especificas para as grávidas e que na maioria das vezes é a base de hena, e que podem ser usadas desde que haja autorização do médico.

Grávida pode pintar o cabelo com mechas longe da raiz
Instagram: @maternitywear

 

Outra alternativa se a grávida tem o cabelo escuro e pinta de cores mais claras, é optar por escurecer todo o cabelo. Assim, o visual ficara mais balanceado. Uma boa opção é o banho de petróleo, que é uma tintura mais escura que deve ser misturada ao creme. Esse preparo faz com que a química seja mais fraca.

Embora a gente tenha dado algumas soluções para a pergunta “grávida pode pintar o cabelo?”, é válido reiterar que o melhor caminho antes de uma mudança capilar na gravidez é conversar com o seu médico, que irá indicar as melhores alternativas de acordo com o seu caso, ok? Seja usar tinturas sem amônia, o tempo que deve ser esperado para pintar o cabelo, o melhor produto a ser usado, entre outras informações importantes para a saúde do bebê.

E depois, na amamentação está liberado coloração?

Agora que você já sabe se grávida pode pintar o cabelo, chegou a hora de ter mais informações se a coloração está liberada ou não no período da amamentação. Realmente evitar colorações por períodos muitos longos nem sempre é fácil.

A raiz crescida, mostrar o grisalho e também a coloração antiga pode incomodar. Durante o período da amamentação, assim como na gravidez, tinturas muito fortes, precisam ser evitadas. Essas tinturas são aquelas que contém amônia, chumbo e água oxigenada. Isso porque podem trazer efeitos colaterais para o bebê.

Grávida pode pintar o cabelo? Entenda se na amamentação também pode
Instagram: @daphnenarcy

Uma boa opção no período da amamentação é escolher colorações que sejam semipermanentes e livres de componentes agressivos. Na maioria das vezes essas colorações atuam somente entre as escamas da fibra capilar e possuem ação mais suave.

Outra boa alternativa é disfarçar a raiz com sprays temporários. Eles têm aplicação rápida e fórmulas mais leves. Atuam como se fosse uma maquiagem para o cabelo, já que sai com água e shampoo. Esses sprays podem ser usados com mais frequência, mas sempre lembre de perguntar ao seu médico as recomendações do uso de produtos durante o período da gravidez e também da amamentação, para que não haja qualquer risco para saúde do bebê.

Gostou dessa matéria? Comente e Compartilhe!

Samira Chalom
the authorSamira Chalom
Carioca, jornalista e redatora. Como vive na praia, está sempre em busca de tratamentos capilares para que os seus fios fiquem hidratados, mas sem perder a leveza. Gosta mesmo é de testar novos produtos e está sempre em busca de novidades e lançamentos da área.
>