EstiloTransformação

Franja: conheça os diferentes tipos e aprenda a cortar sozinha

franja

Penteado extremamente versátil, a franja é uma tendência que raramente sai de moda. Ainda que ela seja mais comumente associada com os cabelos lisos, é possível ter franja com qualquer tipo de cabelo.

Os modelos são muitos, para todos os gostos. Há quem use franja bem comprida, há quem prefira a versão mais curtinha. A franja lateral também costuma fazer bastante sucesso, sendo uma alternativa para quem não quer usá-la fechada na testa.

A verdade é que são muitas as opções de franja para quem deseja aderir a esse visual. Basta dar aquela pesquisadinha básica no Pinterest que você encontrará tantos modelos que ficará até em dúvida de qual será a melhor opção para você.

A franja é geralmente vista como uma moldura para o rosto, já que ajuda a hamonizar o cabelo com o formato do rosto, sendo uma ótima maneira de dar aquela incrementada no corte e trazer um rejuvenescimento extra para o seu rosto. Ela pode, inclusive, ajudar a dar um realce extra naquela sua make incrementada, uma vez que automaticamente atrai o olhar das pessoas e faz com que elas prestem mais atenção na região dos olhos.

Já foram dados motivos suficientes para aderir à franja, não? Então, vamos ver um pouco mais sobre as diversas opções de franjas para entender qual será a mais adequada para o seu tipo de cabelo e formato de rosto. Vamos lá?

Alguns tipos de franja para se inspirar

Pois é. São tantas as opções de franja para quem quiser aderir ao visual que pode ser difícil escolher aquela mais indicada para o seu tipo de fio e formato de rosto.

Na verdade, o estilo de franja pode variar tanto em comprimento quanto no formato. Escolher a sua franja implica entender quais são os cuidados indicados de acordo com o seu tipo de cabelo e, além disso, pensar na disponibilidade para retocar o seu corte.

Alguns estilos exigem manutenção com uma frequência maior para poder manter o corte. Outros permitem visitar a tesoura com uma frequência menor.

A franja reta é um dos tipos mais comuns de franja, podendo variar no estilo mais curto ou mais comprido, quase cobrindo os olhos.

franja reta
Instagram: @badhairgoodshoes

A franja lateral foi muito popular nos anos 2000, graças às cantoras de R&B, podendo variar também do tamanho mais curto para aquele franjão lindo para ninguém botar defeito. Esse visual é ideal para quem tem menos tempo para poder retocar o corte, já que pode-se deixá-la crescer por mais tempo antes que seja necessário cortar.

franja lateral
Instagram: @amyarburn

A franja repicada também é uma ótima opção para quem quer ousar no visual. Esse tipo conta com cabelo repicado um pouco abaixo das sobrancelhas, com as laterais mais compridas.

franja repicada
Instagram: @gleiciborba

A chamada franja cortininha é um modelo caracterizado pelo cabelo dividido no meio, com uma fenda central que faz com que ele se assemelhe a uma cortina aberta.

franja cortininha
Instagram: @matiamubysofia

Para escolher, analise qual o seu tipo de fio para verificar o estilo que melhor combina. É um mito que apenas os cabelos lisos ficam lindos com franja. Qualquer tipo de fio pode adotá-la, basta só analisar seus cabelos para perceber qual modelito será o melhor.

Para rosto redondo

Pessoas com rosto redondo devem dar preferência para o modelo lateral ou  desfiadas, já que esse estilo irá ajudar a alongar o formato do seu rosto. As franjas retas podem contribuir para deixar o formato do rosto ainda mais redondo, então é melhor evitá-las.

Para rosto quadrado

O rosto quadrado fica mais bonito com franjas mais longas e repartidas ao meio, principalmente aquelas que tem um modelo mais arredondado, que irão harmonizar melhor com o formato do rosto.

Para rosto triangular

O modelo mais tradicional, ou seja, a reta, é aquela que fica mais bonita em pessoas que tenham rosto triangular. O modelo repicado também harmoniza com esse formato de rosto e fica lindo.

No cabelo cacheado

Agora chegamos em um ponto muito importante. Como foi dito, é comum que as pessoas acreditem que somente as pessoas de cabelo liso podem ter franja. No máximo um cabelo ondulado, nunca o cacheado ou crespo.

Se você é desse time e acredita que o cabelo cacheado ou crespo não é apto para aderir à linda franjinha, então saiba que essa opinião está muito errada.

A franja combina com todos os tipos de cabelo. Basta escolher aquela que melhor harmoniza com os seus lindos espirais para perceber como essa mudança pode fazer toda a diferença para o seu visual.

franja em cabelo cacheado
Instagram: @oliviacalabio

Há alguns cuidados que podem ajudar a manter seus fios impecáveis. Na hora de cortar, lembre-se de estar com os cabelos secos. Isso é importante porque o fio cacheado e crespo contam com o fator encolhimento, ficando mais compridos quando estão molhados.

Por isso, corte a franja com os cabelos secos para poder medir corretamente o comprimento desejado. Isso também ajudará a perceber o volume e a textura desejados para a franja.

Como cortar em casa

Para saber como cortar a franja sozinha, é necessário, primeiramente, escolher a tesoura certa. Não adianta pegar aquela tesoura que tem na sua casa que já está quase cega. Esse tipo de tesoura irá mastigar seu cabelo todinho.

Defina o tamanho que você deseja cortar e penteie os seus fios todos para a frente. Com a ajuda de um pente, ajuste certinho os fios que você deseja cortar.

Leia também: Qual corte de cabelo é o ideal para você? 

Então, está na hora de cortar. Passe o pente, parando-o na altura desejada, e comece a cortar a franja com a tesoura na vertical, usando apenas as pontas dela.

Comece pelo centro do cabelo e vá para as laterais. Não esqueça de checar sempre o comprimento para verificar se está no tamanho certo.

Agora que você sabe como fazer franja, verifique também 7 coisas para levar em consideração antes de aderir a esse visual.

Carol Candido
the authorCarol Candido
Paulistana vivendo em Lisboa. Tradutora de formação e redatora por paixão. Vivi em uma relação de amor e ódio com seus cabelos durante anos até descobrir a forma certa de cuidar deles. Agora tudo é só amor. Acredito que compartilhar dicas é a melhor forma de aprender.
>