Ter cabelo comprido é o sonho de muitas mulheres. Sempre na moda, madeixas longas e saudáveis são lindas. Porém, pessoas que submetem o cabelo a tratamentos costumam reclamar, com frequência, do raio de crescimento do cabelo alisado.

Embora seja verdade que todo cabelo cresça mais ou menos a mesma quantidade todo mês, existem algumas coisas que fazemos que podem desacelerar o crescimento das madeixas, dando aquela impressão de que o cabelo de todo mundo cresce rápido, menos o nosso.

O que desacelera o crescimento do cabelo alisado?

Não é nenhum segredo que tratamentos como alisamentos podem ser agressivos às madeixas. O princípio ativo presente na maioria dos tratamentos altera a composição do fio do cabelo, fazendo com que fique mais liso.

O que muitas pessoas ignoram é que, na verdade, seu cabelo pode crescer no mesmo ritmo após submetê-lo a tal tratamento. O que acontece é que, quando a composição do fio é alterada, ele se torna mais frágil, quebrando com maior facilidade.

Isso significa dizer que o ritmo de crescimento do cabelo alisado continua o mesmo pós o alisamento, mas a falta de cuidados pós-tratamento faz com que ele fique ressecado e quebradiço e, portanto, quebre no mesmo ritmo que cresce, dando a impressão de que o cabelo não está mais crescendo.

Além disso, em alguns casos, o produto pode desenvolver alergias no couro cabeludo, o que é prejudicial ao volume capilar. Consequentemente, o volume diminui e tem-se a sensação de que o cabelo parou de crescer.

Outros fatores como a tintura e o abuso de secador e chapinha podem contribuir para a diminuição do ritmo de crescimento do cabelo alisado, tornando-o mais poroso.

Como fazer o cabelo crescer mais rápido?

Conforme explicado, alguns fatores podem fazer com que o ritmo de crescimento do cabelo alisado pareça ter diminuído. Para fazer com que o cabelo fique menos fraco e quebradiço, é importante seguir alguns passos que garantirão a saúde e manutenção da vitalidade do fio após o tratamento.

Não se esqueça de hidratar!

Ao submetermos nosso cabelo a tratamentos que alteram a estrutura da fibra capilar, muitas vezes fazemos também com que ele perca muitas das vitaminas e nutrientes essenciais para sua saúde.

A hidratação é responsável por devolver essa vitalidade ao cabelo, e não deve ser negligenciada, especialmente por quem se submeteu recentemente a um tratamento de alisamento.

Procure produtos indicados para cabelos alisados e mantenha a hidratação sempre em dia. Caso sinta que seu cabelo está muito ressecado e a hidratação, por si só, não tem sido suficiente, considere aderir ao cronograma capilar.

Aposente o secador e a chapinha!

Um dos motivos pelos quais as pessoas procuram o alisamento é justamente a vontade de deixar de ser refém de utensílios como o secador e a chapinha. Embora tais objetos possam ser úteis quando usados com moderação, são os grandes vilões da saúde capilar quando abusamos de seu uso.

Se você submeteu seu cabelo a um alisamento, busque deixar um pouco o secador e a chapinha de lado. Deixe o cabelo secar naturalmente após lavar e, então, modele com a ajuda de produtos apropriados.

Caso tenha que usar a chapinha para finalizar, lembre-se sempre de utilizar um protetor térmico, que será importante para amenizar os danos do calor que o instrumento transfere diretamente para o fio do cabelo, causando seu ressecamento.

Use o shampoo correto!

Usar o shampoo certo para seu tipo de cabelo é muito importante. O shampoo é o produto responsável por abrir as escamas da fibra capilar e retirar a oleosidade presente nelas, limpando o cabelo.

Existem shampoos de limpeza profunda, geralmente utilizados antes da aplicação de tratamentos de tintura e alisamento, que agem profundamente e retiram todas as impurezas e gordura presente no cabelo.

No entanto, a oleosidade é um método de proteção utilizado pela fibra capilar para amenizar os efeitos de agentes como o sol, água do mar, vento e outras intempéries. Se removemos toda a oleosidade, deixamos nosso cabelo à mercê de tais agentes, e você já sabe qual será o resultado disso: frizz, ressecamento e todas essas palavras indesejadas.

Já deu pra perceber que utilizar um shampoo anti-resíduos a cada lavagem não pode ser bom para o cabelo, certo?

Massageie o couro cabeludo!

Uma massagem faz maravilhas no nosso corpo, não? Então, por que seria diferente em relação ao nosso couro cabeludo? Quando estiver lavando o cabelo, procure massagear o couro cabeludo com as pontas dos dedos, fazendo movimentos suaves.

Isso ajudará a aumentar a circulação sanguínea no local, fazendo com que o sangue flua com mais facilidade.

Sem condicionador na raiz!

O condicionador não deve nunca ser aplicado na raiz do cabelo. Quando abrimos nossa fibra capilar com o shampoo e retiramos as impurezas, passamos o condicionador para devolver um pouco da oleosidade boa ao cabelo.

No entanto, não queremos oleosidade em excesso na raiz, o que pode dificultar a circulação sanguínea e dar aspecto pesado ao cabelo. Deixe o condicionador apenas para as pontas, parte do cabelo que costuma ser mais ressecada e se beneficia com uma hidratação extra.

Agora que você já sabe algumas técnicas para ajudar no crescimento do cabelo alisado, que tal se informar sobre como amenizar a quebra do fio de cabelo?

crescimento do cabelo alisado