Lisas, cacheadas, alisadas, loiras — naturais ou não — você já deve saber que cada tipo de cabelo têm suas características próprias, certo? Mas, existe um probleminha que é o inimigo número um de todas: o frizz! Aqueles cabelinhos arrepiados, por menores que sejam, têm potencial para acabar com todo o seu look!

E, sim, todas sofrem com ele! Especialmente as cacheadas e aquelas que não abrem mão da chapinha, secador ou procedimentos químicos nos fios. Mas, o frizz têm jeito, sim! E é isso que vamos contar para você neste artigo! Então, se você quer aprender de uma vez por todas a manter os fios no seu devido lugar, continue lendo!

Entenda o que é o frizz

Que ele significa aqueles cabelos arrepiadinhos e sem controle, você já sabe. Mas o que é importante saber é que o frizz não é um problema, mas sim, um sintoma.

Nossos fios são compostos, basicamente, por água, lipídios e proteínas e, se pudéssemos observá-los bem de perto, veríamos que ele é revestido por células sobrepostas, como se fossem pequenas escamas. Quando o cabelo está saudável, todas as escamas estão seladas, mantendo os nutrientes necessários dentro da fibra capilar. Mas, quando não está… a consequência é o temido frizz.

O cabelo está sujeito a diversas agressões no dia a dia, mesmo se você não é adepta das ferramentas de calor ou dos procedimentos químicos. Em decorrência disso, as escamas do cabelo se abrem, ele perde a umidade natural e fica ressecado, dando origem ao frizz.

Os cabelos mais propensos ao frizz

Cabelo liso não é sinônimo de cabelo hidratado, portanto, nem quem tem os fios mais retinhos consegue escapar desse vilão! Mas, alguns tipos de cabelo são mais propensos ao aparecimento dos fiozinhos rebeldes. Estamos falando dos cacheados e dos quimicamente tratados.

No caso dos cachos, o cabelo é mais fino e, em virtude da curvatura, a oleosidade produzida pelo couro cabeludo não consegue “escorregar” pelos fios, fazendo com que as escamas não recebam essa proteção natural; já os que recebem química são submetidos a tratamentos que, justamente, abrem as escamas para que o produto “entre” na fibra capilar.

Saiba como acabar com o frizz de uma vez por todas

Como você já viu, o frizz é resultado do ressecamento do cabelo que, por perder a umidade natural faz com o que o fio arrepie para tentar buscá-la no ar. Então, se a sua intenção é acabar de vez com os arrepiados, a melhor solução é investir pesado na hidratação dos fios!

Mas, a gente sabe que o visual perfeito não pode esperar! Por isso, separamos algumas dicas para evitar o levantamento dos fios e que vão ajudar também a combatê-lo ao proporcionar um cuidado especial às madeixas.

Óleo finalizador

Para quem precisa de help imediato, os óleos finalizadores são a solução perfeita! Eles “encapam” os fios, assentando-os, reduzindo o atrito entre eles. Os óleos finalizadores são facilmente encontrados nas prateleiras de farmácias e supermercados e são ótimos para levar na bolsa e dar aquela retocada durante o dia. Ah! Dê preferência para os contenham óleo de argan na composição, dessa forma você já ajuda a hidratar o cabelo.

Cuidado na lavagem

Essa dica é de ouro! O cuidado com o frizz começa já na lavagem do cabelo, com o uso de shampoos e condicionadores hidratantes — muitos trazem a informação “anti-frizz” na embalagem. No momento da lavagem, nossos cabelos estão esticados ao máximo e é muito fácil quebrá-los, então, tenha atenção à força que aplica no couro cabeludo.

O processo de lavagem é simples: movimentos circulares e delicados com a ponta dos dedos para limpeza do couro cabeludo. Como o shampoo é responsável por abrir as escamas do cabelo, não se prenda ao comprimento, a espuma que escorrer pelos fios vinda do topo da cabeça já é suficiente para limpá-lo. Após a retirada, aplique o condicionador hidratante no comprimento.

Seque com delicadeza

Sabe aquela imagem clássica do pós-banho com toalha enrolada na cabeça? Guarde-a apenas na memória, pois enrolar os cabelos vai fazer o frizz ir à loucura e querer aparecer a qualquer custo!

Após o banho, aperte delicadamente os fios com uma toalha — dê preferência às de microfibra — apenas para remover o excesso de água. Esfregar ou enrolar os fios faz com ele quebrem. Algumas pessoas são adeptas da secagem com papel toalha, que também é ótima para evitar o aparecimento do frizz.

Use o jato frio do secador

Esse é um truque de expert! Se você não abre mão do secador de cabelo, uma boa forma de evitar que os fios subam é o jato de ar frio. O poder dele é tanto que na hora mesmo você já percebe os fios ocupando o seu devido lugar, isso porque o ar frio sela as cutículas do cabelo — além de proporcionar um brilho maravilhoso!

Dê adeus à água quente

Você também é adepta do famoso “banho pelando”? Então, melhor rever a temperatura da água se o seu objetivo é um cabelo sem frizz e mais brilhoso. Assim como o ar frio, a água também faz com que as cutículas do fio se fechem, retendo a hidratação, enquanto a água quente faz justamente o contrário: abre as escamas, proporcionando um cabelo opaco, volumoso e ressecado.

O grande segredo é começar a lavagem dos cabelos com água morna, que irá limpar o couro cabeludo sem estimular a produção excessiva de oleosidade, e finalizar com água fria.

Viu como se ver livre do frizz não é difícil? Grande parte da solução está em apenas modificar o que você já fazia — a secagem com a toalha, por exemplo — por algumas técnicas menos prejudiciais e pelos produtos certos para os seus fios. E não esqueça que a hidratação é a palavra-chave para que ele nunca mais dê as caras!

 

frizz