Problemas e CuidadosQueda

Calvície feminina: quais são as causas e o que fazer

Calvície feminina: quais são as causas e o que fazer

O cabelo realmente faz parte da autoestima e, por isso, a calvície feminina pode incomodar bastante. Geralmente, ela é notada a partir dos 40 ou 50 anos, porém os primeiros sinais já começam a aparecer logo na adolescência. Abaixo, nós vamos esclarecer todas as dúvidas a respeito de calvície feminina, assunto que pode deixar as mulheres bastante aflitas!

O que causa a calvície feminina?

Existe dois tipos de queda capilar em mulheres que podem causar calvície: a alopecia androgenética e a alopecia senil. A primeira é a forma mais comum, ela é geneticamente determinada, começa na adolescência, mas começa a ser mais perceptível entre 40 e 50 anos. Nessa idade, os fios começam a ficar mais finos, ralos e também com crescimento devagar. Já a segunda é a alopecia senil, tipo que queda determinada pela idade, geralmente após os 50 anos.

o que é calvicie feminina
Instagram: @pormaisfios

É válido destacar que cada caso precisa ser avaliado de forma individual, pois nem sempre se trata de calvície feminina. O que é necessário observar é se existe um aumento na queda dos fios nas lavagens e no dia a dia, e também na duração da queda, pois caso ela dure mais de quatro meses ou se observe uma risca mais larga, é necessário

procurar ajuda médica para orientação dos melhores tratamentos, pois quanto antes corrigir, melhor será o resultado.

Tem como acabar com a calvície feminina?

Existem diversos tratamentos e medicamentos que podem ser usados para tratar a calvície feminina, porém, como já dissemos anteriormente, é importante procurar um médico para que seja feito um diagnóstico individualizado considerando o histórico do paciente, história familiar, exame físico, exame de sangue e algumas vezes até mesmo uma biópsia. Além disso, é importante ressaltar que para acabar com a calvície feminina, é necessário que o tratamento já se inicie logo depois da mesma ser diagnosticada, impedindo que ela evolua e que o quadro se torne mais grave.

Quais os melhores remédios e tratamentos para a calvície feminina?

 Existe diversos tratamentos e também remédios que podem ajudar a acabar com a calvície feminina. Veja abaixo quais são eles. Não se esqueça que o diagnóstico médico é fundamental antes do inicio de qualquer tratamento ou uso de remédios para que os resultados sejam realmente eficazes como se espera.

Minoxidil

O Minoxidil é um medicamento tópico e um dos melhores estimuladores aplicados para crescimento capilar, sendo o primeiro passo para o tratamento de calvície feminina androgenéticas. O medicamento consegue aumentar o fluxo sanguíneo, o que promove um melhor aporte de nutrientes aos folículos.

Os resultados podem ser vistos após 3-6 meses de uso, com crescimento de 2-4 centímetros de cabelo, lembrado que o seu uso deve ser permanente na rotina de cuidados com os fios.

tratar calvicie feminina com minoxidil
Instagram: @draliliacabral

LED

O tratamento com luz de baixa intensidade (como LED) também ajuda a estimular os folículos capilares. As sessões duram em média de 30 minutos e devem ser feitas toda semana durante o período de 6 meses. Já em relação aos resultados, logo após o segundo mês já é possível percebê-los.

Sobre a manutenção, o indicado, geralmente, é que seja feito a cada três meses, com um mês de tratamento semanal e três de descanso.

tratamento para calvice feminina com led
Instagram: @clinicalucianeprado

Transplante de cabelo

Se a calvície feminina já está avançada ou se não houve resposta a outros tratamentos, pode ser indicado o transplante de cabelo, procedimento cirúrgico realizado em ambiente hospitalar.

Pode ser feita a técnica FUE, em que milhares de folículos são coletados da região doadora do couro cabeludo e depois transplantados na região com calvície. Outra técnica é FUT, em que uma faixa de couro cabeludo com milhares de folículos é retirada. Depois os folículos são cortados e processados para que sejam individualmente transplantados.

Os resultados aparecem após 6 meses. Os fios que são transplantados junto com os folículos caem após a cirurgia e só depois de 4 a 6 meses começam a produzir cabelo novamente.

Microagulhamento

O microagulhamento é uma técnica em que é causado microperfurações na pele do couro cabeludo para que se consiga entrar ativos durante a sessão e também para que haja sangramento. Isso porque plasma do sangue quando ativado libera fatores de crescimento presentes nele.

tratamento para calvicie feminina com microagulhamento
Instagram: @drarosangelaguimaraes

Os resultados geralmente são vistos após a segunda sessão. É indicado, geralmente, de seis a dez sessões de 1h com duas semanas de intervalo entre elas. Já a manutenção pode ser indicada para ser feita a cada 3 ou 4 meses.

Gostou dessa matéria? Comente e compartilhe!

Samira Chalom
the authorSamira Chalom
Carioca, jornalista e redatora. Como vive na praia, está sempre em busca de tratamentos capilares para que os seus fios fiquem hidratados, mas sem perder a leveza. Gosta mesmo é de testar novos produtos e está sempre em busca de novidades e lançamentos da área.
>