Raiz oleosa e pontas secas: saiba como tratar os cabelos mistos

Raiz oleosa e pontas secas: saiba como tratar os cabelos mistos

Você chega na prateleira dos produtos para cabelo e se depara com shampoo para cabelos lisos, para cabelos cacheados, para os secos, para os oleosos… Mas, existe um único problema: e quando são cabelos mistos, aquele tipo que apresenta raiz oleosa e pontas secas? Qual levar para lidar com dois problemas ao mesmo tempo?

Não vamos mentir para você: os cabelos mistos são considerados, até mesmo por dermatologistas, como o mais difícil de cuidar. Conseguir equilibrar os cuidados para retirar a oleosidade excessiva do couro cabeludo e manter o comprimento do cabelo hidratado é, realmente, mais complicado, mas isso não quer dizer que não seja impossível!

E é isso que vamos mostrar para você hoje: a melhor forma de tratar raiz oleosa e pontas secas no dia a dia!

O que pode causar a raiz oleosa e pontas secas?

Pode ser que o seu cabelo seja naturalmente oleoso, mas os cuidados foram negligenciados e o comprimento ficou ressecado. Pode ser também que seu cabelo seja seco, mas algo está provocando um excesso de sebo na raiz.

As cacheadas, por exemplo, passam exatamente por isso: o fio é naturalmente mais seco, mas por conta dos cachos a oleosidade natural do cabelo não escorrega até as pontas, deixando o sebo acumulado no topo. Quem tem cabelo comprido também, pois o óleo não consegue escorregar por todo o comprimento até chegar às pontas.

Isso sem falar naqueles velhos inimigos dos cabelos saudáveis: chapinha, babyliss, procedimentos químicos, coloração e água quente.

Existe um jeito específico de lavar os cabelos mistos?

Sim! O momento da lavagem é superdecisivo para quem quer equilibrar as características dos fios, pois é onde você irá colocar os produtos que irão higienizar o couro cabeludo e hidratar o comprimento. Mas, vamos começar bem do comecinho:

A frequência das lavagens

Embora a raiz oleosa seja mesmo incômoda, não caia na tentação de lavar o cabelo todos os dias! Tente estipular a frequência dia sim, dia não. Quanto mais você retirar o manto hidrolipídico, mais o seu organismo irá entender que a região está ressecada e, consequentemente, que deve produzir mais sebo.

A duração da higienização

Água e óleo não se misturam, então, não adianta nada ficar horas embaixo do chuveiro! Especialistas recomendam 8 minutos como o tempo máximo de exposição à água.

Shampoo só na raiz

As propriedades adstringentes do shampoo podem causar ainda mais ressecamento às pontas. Portanto, escolha um shampoo específico para cabelos oleosos, massageie delicadamente a raiz e deixe as pontas para lá! A espuma que escorre com o enxágue já é suficiente para limpar o comprimento.

A cada 15 dias é bom utilizar um shampoo antirresíduos para uma limpeza profunda e eliminação de todos os resíduos cosméticos do couro cabeludo.

Condicionador só nas pontas

Em contrapartida, o condicionador deve ser aplicado apenas nas pontas. Ele irá selar as cutículas dos fios mantendo dentro dele a hidratação necessária para acabar com o ressecamento.

Atenção na hora de secar

Após o banho, nada de esfregar a toalha na raiz! Essa ação estimula as glândulas produtoras da oleosidade, portanto, apenas retire o excesso de água amassando os fios com a toalha.

Cuidados diários para esse tipo de cabelo

Mas, depois de deixar os cabelos limpinhos, os cuidados devem seguir, viu? O principal deles é manter as mãos longe do cabelo para não deixá-los ainda mais oleosos na raiz. O mesmo vale para a hora de pentear: dê prioridade ao comprimento e não estimule o couro cabeludo.

Também é importante investir em um bom sérum reparador, que alinha os fios e proporciona às pontas os nutrientes necessários para mantê-las bonitas e hidratadas. E, falando em hidratação, não é porque a raiz é oleosa que você pode esquecer dela! Muito pelo contrário, um bom cronograma capilar pode ajudar você a equilibrar as características dos fios.

O que quem tem cabelos mistos não pode fazer?

Além de manter as mãos longe dos fios, quem tem cabelos com a raiz oleosa e as pontas secas também deve evitar:

  • usar produtos com sulfatos: eles removem toda a camada lipídica, fazendo com que o organismo produza mais óleo e ressecam ainda mais o corpo do cabelo. Por isso, quem tem cabelos mistos vai adorar conhecer a técnica low poo!;
  • pegar pesado nos químicos: os procedimentos são agressivos por abrirem as escamas do cabelo e alterar a estrutura do fio. As pontas e o comprimento do cabelo irão sofrer com ainda mais ressecamento;
  • ingerir muito açúcar: a sua alimentação influencia muito na saúde dos seus cabelos! Consumir açúcar faz com que se produza mais sebo e pode até resultar em foliculite no couro cabeludo;
  • água muito quente: ela dilata as escamas do cabelo e ajuda a piorar o problema da oleosidade. Lave os cabelos com água morna e dê o último jato com água fria;
  • abafar o couro cabeludo: bonés, chapéus e outros acessórios que podem abafar a cabeça só pioram a oleosidade por elevar a temperatura do couro cabeludo.

E aí, o que achou do nosso “tutorial” sobre como cuidar da raiz oleosa e pontas secas? Conhece alguma dica que não colocamos no texto? Deixe nos comentários! Vamos adorar saber como você cuida dos seus cabelos mistos!

 

cabelos mistos

 

Tuany Fraga

Tuany Fraga

Redatora publicitária e produtora de conteúdo. Depois de 27 anos brigando com os fios, fiz as pazes com os cachos e hoje nos damos muito bem, obrigada! Agora, quero trocar conhecimento, experiência e mostrar que cuidar dos cabelos é bem mais fácil do que você imagina. Vamos juntas?

Deixe seu comentário

Olá! Seja bem vindo(a)!Que tal ficar por dentro das novidades do universo de cabelos?

MISTO, OLEOSO, SECO OU NORMAL?

Faça o QUIZ e descubra o seu tipo de cabelo!

Descubra