Seu sonho é aquele cabelão cheio de movimento, volume que dá aquela emoldurada no rosto e madeixas mais encorpadas, mas a realidade são fios fininhos, fininhos, propensos ao frizz e que quebram ao menor esforço? Saiba que você não está sozinha! O cabelo ralo é bem comum e, sim, tem alguns detalhes na sua estrutura que exigem um cuidado extra.

Mas nada que impeça você de conseguir o cabelão dos sonhos! Neste artigo vamos conversar um pouco mais sobre o cabelo ralo, quais seus principais problemas e, claro, aquelas dicas de sempre para ajudar você a deixar seus fios do jeito que sempre quis!

As principais características do cabelo ralos

Para entender como cuidar do cabelo ralo, é preciso conhecer melhor esse tipo de fio. O cabelo menos espesso tem essa textura porque tem menos massa capilar, que dá corpo ao fio. E a menor quantidade de queratina em algumas pessoas pode ser por um desses três motivos abaixo.

Tratamentos químicos

Procedimentos que alteram a textura do fio são bastante danosos, pois forçam a abertura das escamas do cabelo para chegarem ao córtex e, então, mudar a estrutura. Muita massa capilar é perdida não só neste processo, mas também no após ― caso não seja dado o tratamento adequado, as escamas permanecem abertas, deixando o fio exposto a todas as agressões.

Envelhecimento capilar

Pois é, os nossos fios também são afetados pelo avanço da idade. Além dos brancos, o envelhecimento capilar também traz algumas outras mudanças que geram cabelos menos espessos. Algumas pesquisas sugerem que com a idade há uma diminuição na fase de crescimento do cabelo, fazendo com que a fase que corresponde à morte do fio chegue mais rápido.

Genética

Como em muitos casos, os problemas dos cabelos podem ser resultado de ações externas, como chapinha, babyliss ou intervenções químicas, ou de fatores internos como a sua saúde, taxa de hormônios e, claro, genética. Ela desempenha um papel fundamental na definição da textura dos seus cabelos e… você bem sabe que é impossível mudá-la! Mas, calma! Isso não quer dizer que não dá para encorpar os fios.

5 dicas para cuidar do cabelo ralo e dar mais corpo aos fios

Se você tem o cabelo ralo, vai reconhecer de cara os problemas que vamos elencar aqui embaixo. Mas, duvidamos que você conheça as soluções!

Problema 1 – Quebra

A queratina, conhecida também como massa capilar, funciona como “tijolinhos” que constroem o fio. Quando há pouca queratina, há menos “tijolos”, o que deixa o cabelo com uma série de buraquinhos, pequenas falhas, no fio. É por isso que o cabelo ralo é muito mais propenso à quebra.

Como resolver?

Duas palavrinhas: reconstrução capilar! Nesta etapa do cronograma capilar você irá repor a queratina que falta nos fios, dando mais força e resistência para os fios.

Problema 2 – Frizz

Como o cabelo é menos espesso, há menos umidade natural dentro do fio. Isso faz com que ele busque outras fontes de água  e o ar é uma delas. Seu visual tem sempre aqueles fiozinhos arrepiados? Seu cabelo está precisando de água!

Como resolver?

Para matar a sede dos seus fios, invista em hidratações. E tem como hidratar o cabelo em casa mesmo, sem precisar correr para o salão!

Problema 3 – Pouco volume

Como falamos no começo do artigo, o cabelo ralo tem menos massa capilar, consequentemente, tendem a ser mais “escorridos”, apresentando pouco volume.

Como resolver?

O cuidado começa na seleção dos produtos que você irá utilizar para cuidar dos fios. Hoje, há uma série de produtos que ajudam a repor os aminoácidos, estimulando o bulbo capilar, resultando em cabelos mais encorpados e volumosos.

Problema 4 – Nós

Os fios mais finos têm uma grande tendência a se tornarem embaraçados, mas nada de sair penteando o cabelo de qualquer jeito! Justamente por ter fios mais frágeis, a possibilidade de quebra na intenção de desfazer os nós é bem grande.

Como resolver?

Penteie ou escove o cabelo sempre com muita delicadeza. Uma dica é começar sempre a pentear da ponta em direção à raiz, dessa forma os nós vão desmanchando sem acumular em alguma altura do fio, como aconteceria na escovação da raiz para as pontas.

Problema 5 – Excesso de óleo

O cabelo ralo sofre muito com a oleosidade produzida pela raiz. O sebo produzido se espalha muito mais rapidamente por todo o cabelo, deixando-o com um aspecto sujinho, além de fazer com que os fios fiquem mais pesados e sem movimento.

Como resolver?

Lavar os cabelos com muita frequência e com água muito quente deve ser evitado. Lave dia sim, dia não e não esfregue o couro cabeludo com muita força ― isso estimula ainda mais as glândulas sebáceas, proporcionando ainda mais sebo. Neste post você encontra outra dicas para acabar com os cabelos oleosos!

Seguindo essas dicas e entendendo a necessidade do seu fio é possível, sim, encorpar os fios e dar adeus ao cabelo ralo! Gostou do post? Então, comenta aqui embaixo!

cabelo ralo