Acabar com a caspa: conheça 10 dicas para solucionar esse mal

Acabar com a caspa: conheça 10 dicas para solucionar esse mal

Quem ainda não conseguiu acabar com a caspa sabe o quanto é constrangedor sair de casa e perceber que parece que nevou na sua cabeça, não é mesmo? E pior é que você não sofre sozinha: sabe quando alguém está com um pedacinho de alface nos dentes e você fica meio assim se deve falar ou não? O mesmo ocorre com os floquinhos brancos: todo mundo sabe que é desagradável ter que chamar a atenção para eles, mas que às vezes é necessário, já que podem acabar com qualquer visual. Às vezes é difícil perceber que temos caspa, o que pode tornar a situação ainda mais constrangedora. Mas é preciso estarmos atentas, já que elas são um indicativo de que pode estar acontecendo alguma coisas em nossas cabeças.

Apesar de ser um problema bastante comum, ainda é um tabu cercado de mitos. Você sabe o que causa esse mal? Não se preocupe, vamos responder essa dúvida neste artigo e, de quebra, você vai entender de que forma dar um basta nesses indesejados pontinhos e acabar com a caspa de uma vez por todas. Pronta? Então vamos lá!

O que causa a caspa?

Você já deve ter escutado por aí que o surgimento da caspa está associado à falta de higiene, certo? Imagina só! Você plena, cheirosa, produzida, e apresentando uma condição que tem essa fama!

Mas a verdade é que essa inimiga das roupas escuras é um indicativo de como anda a saúde dos seus fios A caspa pode ter origens variadas, e não deve ser associada com a falta de higiene.

Ela pode ser originada por fatores genéticos, hormonais ou, ainda, agentes externos, tais como estresse, clima, má alimentação, sensibilidade química e oleosidade dos cabelos.

Ocorre que o couro cabeludo se renova continuamente. Essa renovação ocorre cerca de uma vez por mês em um couro cabeludo saudável, e nem dá pra notar, pois os pontos de pele que se soltam dificilmente são percebidos.

Já nos casos nos quais o couro cabeludo sofre algum tipo de ataque, a renovação acontece de forma acelerada, fazendo com que o período da troca seja menor e a quantidade de pele morta eliminada seja maior. O resultado? Caspa.

A disfunção das glândulas sebáceas é, portanto, uma condição do couro cabeludo e não o resultado da falta de higiene ou uma doença. Um couro cabeludo fragilizado pode apresentar descamação pelo fato de ser “obrigado” a se renovar mais rapidamente do que deveria.

Então, da próxima vez que você ouvir alguém dizer que a caspa é resultado da má higiene capilar, aproveite para compartilha essa informação e ajudar a desmistificá-la.

Como acabar com a caspa

Felizmente, é possível tratar esse problema e garantir que nosso couro cabeludo volte a ficar saudável tomando apenas algumas medidas. É necessário entender que o couro cabeludo é uma das regiões mais importantes dos cabelos.

É nele que ocorre o crescimento capilar, o que significa dizer que, se o seu couro cabeludo não estiver saudável, o ritmo de crescimento será menor. Se você não consegue entender porque seus cabelos não crescem, a resposta pode estar no tratamento do seu couro cabeludo.

Por isso, dê atenção para essa área e foque seus tratamentos também na manutenção de um couro cabeludo mais saudável. Seus cabelos irão agradecer.

Chegou a hora de saber como se livrar de vez dos temidos floquinhos brancos e acabar com a caspa:

  1. Não durma com o cabelo molhado

Os fungos amam a umidade e, infelizmente, isso também se aplica ao couro cabeludo. Dormir com os cabelos molhados é bastante prejudicial à saúde capilar, já que a prática não deixa a pele “respirar” e estimula a produção de sebo.

Embora acreditar que esse hábito cause a caspa seja um mito, é importante ressaltar que ele pode, sim, agravar o problema. Afinal, a descamação pode aumentar e tornar a caspa ainda mais evidente.

  1. Evite lavar demais o cabelo

Para acabar com a caspa, é preciso adotar ações que ajudem no fortalecimento do seu couro cabeludo. E uma delas é avaliar a frequência necessária da lavagem dos cabelos. O excesso de lavagem pode acabar aumentando a oleosidade e agravando o problema.

Se você é daquelas que não abrem mão de lavar o cabelo diariamente, utilize água morna durante o banho e finalize sempre com um jato de água fria.

  1. Cuidado com a temperatura e duração do banho

Esta dica quase todo mundo conhece, mas nem todo mundo coloca em prática, não é mesmo? Embora um banho quentinho e demorado seja uma delícia, ele é um grande vilão para a saúde capilar. A exposição prolongada à água quente tira o excesso de oleosidade e faz com que o organismo produza ainda mais sebo.

Se você não sabe viver sem o calor do banho, baixe a temperatura sempre que for molhar a cabeça – isso ajudará a acabar com a caspa.

acabar com a caspa

  1. Adote uma alimentação mais saudável

Sabe aquela máxima que diz “você é o que você come”? Ela também é importante para a saúde capilar.

Uma dieta rica em gorduras e açúcares pode estar por trás da descamação excessiva do couro cabeludo. Então, mantenha uma distância segura de doces, frituras e gorduras se você deseja acabar com a caspa

  1. Use acessórios de cabelo com moderação

Usar bonés e chapéus com frequência pode agravar o seu problema com a caspa, já que esses acessórios elevam a produção de oleosidade e podem aumentar a proliferação dos fungos devido à transpiração do couro cabeludo.

  1. Não esfregue o couro cabeludo com as unhas

Embora essa ação possa parecer gostosa e traga uma sensação de alívio quando estamos com coceira, ela não é nem um pouco benéfica para a saúde do nosso couro cabeludo.

O atrito das unhas no couro cabeludo pode causar ferimentos na cabeça. Esse hábito é bastante comum entre quem tem caspa, seja esfregando demais a cabeça durante o banho ou devido à coceira, mas ele pode acabar estimulando ainda mais a descamação da pele.

Por isso, o mais indicado é massagear o couro cabeludo com a ponta dos dedos, em movimentos suaves e circulares. Essa massagem, além de tudo, irá ajudar a aumentar a circulação sanguínea na região, o que é importante para estimular o crescimento capilar. Por isso, na próxima vez que sentir sua cabeça coçando, evite a tentação e procure fazer massagens suaves. Nada de enfiar a unha no couro cabeludo e coçar até formar feridas, viu?

 Evite também ficar passando a mão no cabelo toda a hora, já que isso aumenta a produção de oleosidade, ok?

  1. Modere no uso de ferramentas de calor

Sabemos que as ferramentas de calor são grandes aliadas do nosso visual. Elas permitem uma mudança rápida e eficiente, alinhando os fios e fazendo com que fique mais fácil modelá-los. No entanto, não é uma boa ideia utilizá-las em excesso.

O calor excessivo deve passar longe para acabar com a caspa. Então, não use o secador muito quente, nem passe ele muito próximo do couro cabeludo, combinado?

Utilize o secador com moderação, aplique um protetor térmico de qualidade, mantenha uma distância segura e opte por uma temperatura mais amena – seus cabelos agradecerão!

  1. Utilize produtos químicos com sabedoria

Os procedimentos químicos fazem cada vez mais parte do nosso dia a dia. Seja alisando, fazendo permanente ou mudando a cor dos cabelos, é comum utilizarmos produtos que tenham químicos em sua formulação. No entanto, nem sempre é uma boa ideia recorrer a esses procedimentos. O uso de formulações pesadas pode irritar o couro cabeludo e forçar o processo de descamação. Lembre-se de que alguns tratamentos químicos, como alisamentos ou colorações, podem envolver ingredientes que agridem os fios e podem piorar a caspa.

  1. Lave seu cabelo com shampoo anticaspa

Usar o shampoo certo para o seu tipo de cabelo é muito importante! Então, se você deseja acabar com a caspa, deve deixar aqueles shampoos “normais” de lado e substituí-los pelos anticaspa.

O uso contínuo dos produtos corretos reduz a descamação e a oleosidade do couro cabeludo, diminuindo a coceira, sem ressecar ou pesar os fios, mantendo-os livres dos temíveis floquinhos brancos.

  1. Enxague bem o cabelo

Mesmo usando os produtos certos para o seu tipo de cabelo, é preciso se certificar de que você está removendo-os bem na hora do banho. Deixar produtos no cabeludo contribui para o efeito build up, que ocorre quando camadas de produtos se formam, entupindo o couro cabeludo e contribuindo para que sua saúde seja danificada. Isso pode favorecer a formação de caspa e trazer doenças para essa importante região. Por isso, retirar os resíduos de shampoo, condicionador e cremes é fundamental para acabar com a caspa, já que essa ação evita a proliferação de fungos, reduz a oleosidade e a descamação forçada.

Dica extra: investigue a causa da caspa

Se o motivo por trás da sua caspa for algum hábito inadequado da sua rotina, como a temperatura do banho, por exemplo, fica mais fácil acabar com esse mal. Mas o problema também pode ser provocado por fatores hormonais ou outras complicações, por isso, é importante procurar um médico e tratar o fator causador corretamente, ok?

Tomando as medidas certas, é possível não apenas controlar, mas acabar com a caspa de vez! Seguindo as nossas dicas à risca, você manterá o seu couro cabeludo limpo e saudável e se sentirá muito mais confiante com a beleza e a saúde de suas madeixas!

E para saber mais sobre como combater a oleosidade dos fios, confira nosso artigo mostrando os 5 hábitos que aumentam a oleosidade dos cabelos. Até a próxima!


Avatar

Fernanda Sarate

Gaúcha, publicitária, blogueira, mãe de gatos e cachorros. Suas madeixas são uma metamorfose ambulante. Por impulsividade e falta de conhecimento, fez diversas loucuras capilares. Agora que aprendeu a lição, quer compartilhar conhecimentos para que outras pessoas não cometam os mesmos erros e comprometam a beleza e a saúde de seus fios.

Deixe seu comentário

Olá! Seja bem vindo(a)!Que tal ficar por dentro das novidades do universo de cabelos?

MISTO, OLEOSO, SECO OU NORMAL?

Faça o QUIZ e descubra o seu tipo de cabelo!

Descubra