Cabelo, cabelo meu: existe algum mais bonito do que o meu?

Categorias Depoimentos
cabelo

Empoderamento. Diversidade. Beleza. Essa é a mulher brasileira do século XXI que lutou e conquistou o seu lugar e a sua liberdade. Claro que essa luta não acabou, mas hoje a mulher tem mais força de ser quem é e quem gosta de ser, sem se preocupar com a opinião alheia. Usa as roupas que deseja, tem o corpo que gosta e o cabelo que quer, seja ele liso, cacheado, crespo ou ondulado: ela sabe que é linda.

Abaixo a ditadura – qualquer que seja!

Acabou essa história de dizer como a mulher deve usar seus fios – ela está empoderada. Muito dinheiro e tempo já foram gastos para se manter uma aparência padrão: chegou a hora de se assumir. Cada vez mais incentivada, a transição capilar tem sido o alívio da mulherada que busca leveza e naturalidade.

Liso, cacheado ou crespo, todos têm o seu valor e a mulher sabe disso – usa e abusa. Cuidar da casa? Até pode ser, mas primeiro o cabelo! Que tem que estar impecável e tratado com os produtos certos que ajudam nas necessidades específicas de cada um. Ou não, quem sabe é ela!

cabelo

Diversidade – a gente vê por aqui!

A beleza saiu de um padrão para uma sensação: é se sentir bem e realizar o que gosta. Sem modelos e regras, beleza é autoestima, leveza e sorriso no rosto. Nossa porta de entrada para o mundo precisa estar aberta, isso significa olhar no espelho e gostar do que se vê – loira, morena, ruiva, lisa, cacheada ou crespa!

A diversidade da beleza da mulher está se espalhando para o mundo. Que seja divulgada essa ideia e que mais e mais mulheres se empoderem do seu cabelo como ele é. Cabelo, cabelo meu: existe algum mais bonito que o meu? A resposta é não! E que assim seja.

Artigos Relacionados

Depois dos 30: um depoimento sobre a alopécia e a ... Falar que não é fácil envelhecer já virou clichê. Para atenuar esse momento, há os que preferem outras teorias, tais como:  com a velhice vem a maturi...
Compartilhe com seus amigos
  • 14
    Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *